compre, baixe e leia

Laranja, Vinho e Chocolate

Laranja, Vinho e Chocolate

Buqui

avaliações

Edição digital


Onde você pode ler:
Compatível
Incompatível
  • Windows PC
  • iPad®
  • Tablets Android
  • iPhone®
  • Smartphone Android
  • Mac OS
Tablets Android testados
Samsung, Motorola e Sony
ver todos os dispositivos e requisitos
Formatos Formatos

ePub

ePub: Trata-se de um padrão internacional para livros digitais. Permite que a leitura seja uma experiência agradável em qualquer tamanho de tela, pois permite aumentar ou reduzir o tamanho da fonte utilizada, bem como o tamanho da página, entre outras funcionalidades, adequando o livro às necessidades do usuário.

OFIP: Inovadores, estes formatos de publicação permitem não somente uma leitura mais agradável, como também trazem ferramentas interativas como vídeos, álbuns de fotos, hypertextos, hyperlinks e visualização conforme a preferência do leitor (retrato ou paisagem, disponíveis somente em iPad).

PDF: O PDF (Portable Document Format) é um formato portátil para documentos, muito usado na internet devido à sua versatilidade, facilidade de uso e tamanho. Um documento PDF tem a mesma aparência, gráficos e formato que um documento impresso.

ver ficha técnica

Edição digital

Editora
Buqui 
ISBN-13
9788565390873 
Edição
1ª Edição 
Idioma
Português 
Número de páginas
186 
Formato
ePub 
Impressão
Não Permitida 
Cópia
Não Permitida 

Descrição

O primeiro romance da escritora Maria Helena Rodrigues, onde Mariana é uma mulher que quer absurdamente ser feliz. Em Laranja, vinho e chocolate a autora Maria Helena Rodrigues conta as histórias de Mariana, um ser humano sensível, mas também egoísta engraçado, mas também depressiva. A personagem impulsiva e atrapalhada é “simultaneamente, um modelo do que gostaríamos de ser ou, definitivamente, não deveríamos nos tornar” segundo a jornalista Marcela Brown que assina a contracapa do livro.
Em uma narrativa desamarrada, “sem-vergonha” e cheia de graça, Mariana é deliciosamente imprevisível. Mas o que seriam de tantas confissões sem a visão da sua irmã e fiel escudeira? Observadora latente da trama, Helô faz as vezes da consciência da personagem principal, guiando-a no labirinto pelo qual perpassam seus anseios. Em meio a muito sexo, vinho, laranja e chocolate, as empreitadas de Mariana são como aquele convite irrecusável que faz pausar as horas do relógio, para que se possa morrer de rir e morrer de amor em um só tempo.

Leia mais Voltar